palavras que vendem

Escolhe as palavras que vendem

Pára um minuto. Agora tenta fazer as contas do tempo que passas a escrever para a tua comunidade. Artigos do blog, textos para o site, legendas das redes sociais, ebooks, newsletters. Qual é o objetivo de tanta palavra? Aproximar-te do teu público-alvo, convencê-lo que és um bom investimento, persuadi-lo a comprar. Voltemos ao tempo. Quanto é que gastas nisto semanalmente? Duas horas? Cinco horas? 10 horas? Mais?

E será que isso produz os efeitos que desejas?

O copywriting é a arte de vender através das palavras. E é nisso que deves perder o tempo. Em escrever bem, para que o teu leitor páre e pense, “eu quero isto, eu preciso disto, isto vai fazer uma diferença na minha vida”.

Hoje deixo-te os princípios básicos do copywriting para seres mais eficiente na transmissão da tua mensagem.

Queres a certeza que te lêem? Então segue estas regras!

Entende o teu público-alvo

Não é apenas conhecer a sua faixa etária, género, qualificação ou interesses. É saber quais são os seus comportamentos de compra (por exemplo, preferem online ou presencial); hábitos de consumo (por exemplo, diário ou só nas férias? De manhã quando acordam ou quando chegam cansados a casa?); o que os influencia na tomada de decisão (por exemplo, cheirar bem, ou aspirar a pertencer a determinado grupo social)

Adaptar a mensagem ao meio, sejam redes sociais (texto para ler em scroll down), newsletters (lidas muitas vezes na pausa); ou no blog (um bocadinho maiores).

Ser muito claro: não entres em rodeios e mimimis

O que é que queres dizer? Numa só frase. Conseguiste? Óptimo. Essa provavelmente será a tua primeira frase. Se conseguiste captar a atenção do teu o público-alvo ou suscitar a sua curiosidade, podes desdobrar a primeira frase em explicações e contextualizações… porque já terás a sua atenção!

Call to action. O que é que queres que a tua persona faça? Compre? Veja? Saiba mais? Vá para o site? Diz-lhe.

Dou-te um exemplo. Vamos pensar na marca Tupperware. As novas agentes desta marca falam imenso nos pratos rápidos e saudáveis que conseguem criar fácil e rapidamente com os produtos Tupperware. Até conheço quem os chame de ajudantes de cozinha.

Ora, a mim, como mãe, empreendedora, dona de casa, e mulher, as palavras jantar, fácil e rápido soam a magia. E se tiver ajudantes, ainda melhor.

Por isso, eu começaria assim um texto para vender os produtos da Tupperware:

Imagina que tinhas ajudantes que faziam o jantar por ti… Todos os dias… e nem te chamavam para te perguntar o que fazer, nem como!
Com a Tupperware é possível!

Marta Curto

O meu nome é Marta Curto e sou criadora da Marta Curto PhotoGraphy, onde junto, como o nome indica, serviços de fotografia com os de escrita.
Fui jornalista durante cerca de 20 anos, escrevi dois livros e estou na reta final do terceiro. Posso ajudar-te a escrever o teu ebook, ou o texto do teu site!

Fala comigo!