Queres ter um (bom) blog? Tens de ter isto sem falta!

Ok, o título pode ser um bocadinho catchy e relativo. Há vários elementos necessários para que tenhas um bom blog…

  • Um nicho bem escolhido
  • Paixão pelo tema em questão
  • Um layout apelativo e fácil de navegar
  • Optimizar todos os conteúdos para SEO
  • e…. Saber escrever!

Preciso de me focar neste tema porque é um assunto recorrente e com o qual me deparo diariamente em vários projectos. Não só os que acompanho individualmente, como aqueles com os quais me vou cruzando pela Internet e pelas redes sociais.

Saber escrever BEM em português é algo importantíssimo para teres um bom blog. Saber onde colocar as vírgulas, saber como empregar as palavras e evitar as gralhas são três aspectos fundamentais de qualquer redacção.

Teres artigos bem escritos, com um português correcto e fluído, é determinante para alguém chegar ao teu blog/artigo e continuar a ler após os primeiros parágrafos (isto se assumirmos que fazes uma introdução apelativa, que apela a que o leitor queira ler mais). É algo que vai muito além de escrever com o novo acordo ortográfico ou não.

Ninguém gosta de ligar o telejornal da noite e ouvir os jornalistas a conjugar incorrectamente os verbos ou dizer calinadas. Da mesma forma, não gostamos de ler jornais e detectar erros. São profissionais da área da comunicação e perdem credibilidade quando erram naquilo que deveria ser a sua especialidade. Todos erramos, é certo. Mas também é certo que nem todos nasceram para escrever.

Antes de pensares em ter um blog, ou mesmo que já o tenhas, desafio-te a reflectires sobre isto, mesmo que seja necessário pedires a alguns amigos ou profissionais que revejam os teus conteúdos. Em qualquer que seja a plataforma onde comuniques, deves fazê-lo com excelência, com o maior rigor possível. Se não te sentes confortável com as palavras, se sabes que costumas dar bastantes erros de português ou que não consegues organizar as ideias e escrever um discurso fluído, talvez ter um blog não seja a melhor opção para ti. A menos, claro, que não o queiras profissionalizar e que seja apenas algo para passares o tempo.

Recordo, no entanto, a importância de teres qualidade em tudo aquilo que partilhas e sempre que comunicas. Também nas redes sociais deves aplicar esta máxima, incluindo nas legendas das fotografias e vídeos que partilhas.

Infelizmente, vejo vários criadores de conteúdos que até têm óptimas fotografias, até partilham um conteúdo bastante informativo, mas cuja ortografia e discurso são pouco claros e até incorrectos. E que, por isso, me perderam enquanto leitora / seguidora.

Hoje lanço-te este desafio de seres auto-crítico/a o suficiente para reflectires sobre este assunto e sobre ti próprio/a. Mas não deixes que o facto de não seres um Camões te impeça de seguir o teu sonho. Se gostares MESMO daquilo que partilhas, se tens mesmo a ambição de ir mais longe com o teu blog, há várias soluções:

  • Cursos de escrita;
  • Contratares alguém para te rever e corrigir os artigos;
  • Em caso de teres mais gralhas ou não saber bem onde colocar as vírgulas, o Word ajuda-te com o corrector automático

Conclusão

Saber escrever em bom português, com ideias claras e um discurso fácil de acompanhar, é algo fundamental para qualquer criador de conteúdos que tenha por base o texto. Não o fazer é pouco profissional e afasta não só as marcas, como os leitores. Contudo, há solução se fores mesmo apaixonado pelo tema do teu blog. O importante é reconhecermos as nossas fraquezas e trabalhá-las para as ultrapassar.

Comentar